A realidade das viagens corporativas em 2021

gestor de viagens corporativas à frente de um avião

Viagens corporativas e eventos externos são atividades comuns em diversas empresas, independente do seu porte e segmento.

Algumas tarefas necessitam da presença física para que os negócios sejam devidamente fechados. Além disso, congressos e eventos corporativos ocorrem nos mais diversos locais, muitas vezes longe da sede da empresa e que precisam de um representante.

No entanto, a pandemia da COVID-19 impactou diretamente esse cenário. Em março de 2020, os serviços de turismo e viagens corporativas viram eventos sendo cancelados e uma realidade nunca antes vivida e que trouxe consigo muitas incertezas.

Atualmente, por conta do avanço da vacinação e, consequentemente, da diminuição do número de casos, a perspectiva para o restante do ano de 2021 e o próximo ano de 2022 são bastante otimistas. 

Pensando nisso, a ExpenseOn separou as principais informações que a sua empresa precisa saber sobre a realidade das viagens corporativas em 2021 e suas tendências. Confira a seguir!

A retomada das viagens corporativas

A GBTA (Global Business Travel Association) apresentou uma pesquisa realizada em março de 2021 com dados extremamente animadores.

Ela apontou que aproximadamente 75% dos gestores de viagens afirmaram que irão retomar as viagens corporativas em algum momento deste ano, se ainda não o fizeram.

Além disso, 60% dos entrevistados na pesquisa, indicaram acreditar que suas organizações irão reiniciar essas viagens no segundo semestre de 2021 e 55% dos gestores de viagens disseram que seus viajantes estavam “um tanto dispostos” ou “muito dispostos” a viajar.

Nesta mesma pesquisa, a GBTA perguntou a opinião dos gestores de viagens sobre passaportes de saúde digitais e 64% dos entrevistados expressaram ser uma boa política, para ajudar a abrir viagens e eliminar a necessidade de quarentena obrigatória e testes múltiplos.

O cronograma de vacinação no Brasil está avançado e a previsão é que todos os adultos acima de 18 anos do país sejam vacinados até setembro deste ano. Além disso, a reabertura do comércio em todo país já coloca os gestores em alerta, sinalizando a volta das viagens corporativas.

A pandemia estava agravada no Brasil, mas a diminuição do número de casos fez com que diversos países reabrissem as fronteiras para brasileiros, que estavam proibidos de entrar ou que precisam passar por diversos procedimentos, tornando difícil a realização de viagens corporativas internacionais.

O cenário é bastante otimista. No entanto, existem particularidades que estarão presentes nesta nova realidade pós-pandemia.

Nós falamos bastante sobre isso no nosso webinar “A Retomada das Viagens Corporativas e os Benefícios da Tecnologia”. Assista ao webinar completo e fique por dentro!

Tendências para o novo cenário de viagens corporativas

As principais mudanças que observamos nesse cenário são:

  1. Planejamento estratégico
  2. Requisitos sobre a saúde do colaborador
  3. Passaporte de vacinação digital
  4. Políticas rígidas de saúde e higiene
  5. Softwares de gestão e a tecnologia como aliada

1. Planejamento estratégico

As viagens corporativas possuem uma grande importância no fechamento de contratos. Por isso, os gestores não podem descartar por completo as reuniões presenciais e adotar modelos 100% online. 

Contudo, é necessário ter um olhar criterioso para fazer a criação de um planejamento estratégico criterioso, que leve em consideração todos os detalhes da viagem, principalmente os que envolvem a segurança e a saúde dos colaboradores.

Além disso, é preciso que todos estejam cientes dos custos, procedimentos e necessidade de comprometimento com a realização de uma viagem em meio ao cenário pós-pandemia.

Ebook Dicas de planejamento financeiro para viagens corporativas.

2. Requisitos sobre a saúde do colaborador

Ainda que o número de casos esteja diminuindo e o número de vacinados esteja crescendo, não podemos ignorar que ainda estamos em um cenário de pandemia. Assim, é prioridade para todos os envolvidos a preservação da saúde do colaborador e todos os demais viajantes. 

Dessa forma, as organizações devem estar cientes e preparadas para cumprir todos os protocolos de segurança.

É essencial pesquisar com antecedência as exigências do destino da viagem, como a realização de testes no colaborador, para que não haja imprevistos e muito menos riscos para a saúde de ninguém.

3. Passaporte de vacinação digital

O passaporte de vacinação digital é um documento em desenvolvimento que se transformou em uma das principais tendências na retomada das viagens corporativas. 

Esse documento diz respeito à comprovação de  do viajante contra a COVID-19 (e outras doenças). Em países cuja vacinação está avançada, o passaporte de vacinação digital está bem próximo de se tornar uma realidade. 

Ainda que haja discussões sobre a sua apresentação, o passaporte digital reunirá todas as informações que o passageiro precisa apresentar em um só lugar.

4. Políticas rígidas de higiene

Uma das características mais evidentes da retomada das viagens corporativas em 2021 é um critério rigoroso no que diz respeito à higiene.

A fiscalização em aeroportos e hotéis aumentou significativamente após o início da pandemia e esta deve se estabelecer como o novo padrão de higiene.

Em determinados locais, de acordo com as exigências, também podem ser disponibilizados testes rápidos de COVID-19 para garantir a participação do colaborador que está viajando nas reuniões com a devida segurança.

5. Softwares de gestão e tecnologia como aliada

O cenário pós-pandemia traz consigo inúmeros aspectos que precisam do devido cuidado e atenção dos responsáveis pelo planejamento das viagens.

Para que tudo ocorra como o planejado e os viajantes se adaptem às mudanças, a utilização de softwares de gestão é uma realidade no mercado.

O avanço da tecnologia marcou, de forma drástica e rápida, o mundo corporativo.

Os softwares de gestão chegaram para facilitar a operação, tornando gestores e profissionais ainda mais estratégicos com dados e acompanhamentos em tempo real de todo o planejamento.

Operações repetitivas e que demandam atenção foram automatizadas. Isso passou a garantir mais tempo aos profissionais para se dedicarem a tarefas muito mais importantes.

Grandes empresas já vivem a realidade dos softwares como grandes auxiliares na gestão financeira.

Ebook e planilha de despesas corporativas com o título Passo a passo para calcular despesas de viagens corporativas.

A tecnologia como aliada

Disponível em todas as plataformas, o aplicativo da ExpenseOn é a forma mais inteligente de você gerenciar seus gastos. Pode ser usado pelo colaborador e pelo gestor.

É uma ferramenta prática, possibilitando fazer sua gestão de reembolso a qualquer hora e em qualquer lugar. Veja algumas das suas funcionalidades:

  • Digitalização de reembolso e despesas corporativas;
  • Solicitação de adiantamento de valores;
  • Emissão de relatórios;
  • Reembolso de quilometragem e cálculo de valor por quilômetro rodado;
  • Armazenamento de informações na nuvem;
  • Integração contábil & ERP.

É um sistema completo, possibilitando à empresa a oportunidade de evitar fraudes e ter prejuízos.

Aos colaboradores que precisam viajar constantemente, dá a total clareza de como os valores gastos serão restituídos pela organização. É uma facilidade no processo de reembolso.

Ficou interessado em conhecer o aplicativo para viagens corporativas da ExpenseOn? Solicite a sua demonstração gratuita!

O título em destaque é "Otimize a sua gestão de reembolso". Abaixo, lê-se "Escaneie notas fiscais, solicite adiantamentos, acompanhe aprovações em tempo real e muito mais" com o botão "Agendar demonstração".