O que faz um gestor financeiro e quais são suas funções?

mesa de um gestor financeiro na empresa com computador, óculos e calculadora

Quando entramos no mercado de trabalho, nosso sonho é sempre atingir um cargo de liderança, seja como coordenador, gerente ou até mesmo C-level.

Quem nunca desejou se sentar na cadeira de gestor financeiro? Ou mesmo do próprio CFO?

Antes de chegar lá, é preciso entender tudo o que envolve esse cargo, fundamental para uma boa gestão financeira empresarial, e seu papel na organização.

O que faz um gestor financeiro? Qual sua importância para o negócio? Quais funções ele exerce? Essas são só algumas das perguntas que você precisa saber responder.

O gestor é o responsável por manter a empresa, seja ela grande ou pequena, dentro dos eixos quando o assunto é dinheiro. Isso significa que a saúde financeira da companhia é a principal responsabilidade dele.

Contas a pagar e a receber, controle de gastos, compliance, captação de recursos, entre outros assuntos estão todos sob a tutela desse profissional e de sua equipe.

Entre as funções, podemos destacar 4 principais, que explicaremos ao longo deste conteúdo:

  • planejamento financeiro;
  • auditorias e análises financeiras;
  • controle orçamentário;
  • captação e aplicação de recursos.

Acompanhe a leitura e conheça, em detalhes, tudo o que você quer saber sobre o que faz um gestor financeiro e muito mais.

transformação digital gestão financeira

O que faz e quais as funções de um gestor financeiro?

O gestor financeiro é a pessoa responsável pela administração da área financeira dentro de uma organização.

Seu papel principal é garantir uma operação lucrativa para que o patrimônio líquido da empresa cresça de maneira sustentável.

Leia também: 5 perguntas mais comuns sobre gestão financeira empresarial

Ele precisa assegurar que o financeiro da empresa é otimizado, seguro e preciso em tudo o que é feito.

Mas o que é preciso para fazer isso? Abaixo, detalhamos as responsabilidades do gestor.

  • Planejamento financeiro;
  • auditorias e análises financeiras;
  • controle orçamentário;
  • captação e aplicação de recursos;
  • estratégia de precificação;
  • controle de gastos;
  • gestão de impostos;
  • monitoramento do faturamento;
  • gestão e redução de despesas;
  • política e gestão de reembolsos corporativos;
  • coordenação de custos administrativos e operacionais.

Planejamento financeiro

Assim como o próprio nome já diz, o planejamento é a ferramenta de administração do dinheiro de uma organização. Ou seja, trata-se do guia que ditará tudo o que será feito com o ativo da empresa.

Para o gestor, é o documento fundamental para exercer sua função.

É nesta ata que ele poderá analisar e prever quanto pode ser gasto, o que precisa ser reduzido e quais são os objetivos financeiros da companhia.

O papel do gestor é montar um planejamento financeiro eficiente e fazer com que ele seja bem executado por seus colaboradores. Só assim é que as metas poderão ser cumpridas, ou até superadas.

Auditorias e análises financeiras

Tudo se inicia com um bom planejamento, mas o gestor não pode deixar de prestar atenção na operação. Isso porque podem haver erros no processo ou até mesmo, em casos extremos, fraudes corporativas onerando o caixa.

Esse cenário já é suficiente para mostrar a necessidade de auditorias financeiras dentro da empresa.

A análise frequente de relatórios e dados importantes traz insights e aumenta as chances de eliminar problemas.

Sejam planilhas de gestão financeira ou mesmo um ERP integrado que possibilita o acesso fácil às informações, o gestor precisa acompanhar de perto as métricas e KPIs do negócio.

Os dados garantem fidelidade à situação e um controle financeiro muito mais eficaz para a companhia.

Controle orçamentário

Previsões e metas feitas com o orçamento também fazem parte das funções. É ele quem dá a autonomia aos funcionários sobre como será usado o dinheiro.

O controle orçamentário é uma tarefa de todo o setor financeiro, mas cabe ao gestor realizar os ajustes necessários para otimizar a lucratividade do negócio.

Revisões feitas periodicamente vão melhorar cada vez mais a eficiência do orçamento e a governança corporativa.

Captação e aplicação de recursos financeiros

Talvez seja a função mais complexa, e importante, para o gestor. A missão de captar recursos financeiros, além de aplicá-los da melhor maneira, é um desafio representado diretamente no crescimento da companhia.

O gestor pode elaborar um plano de crowdfunding ou até mesmo analisar empréstimos junto a instituições financeiras para obter o investimento necessário para fazer o negócio prosperar.

Também caberá a ele entender como a empresa terá retorno com essa injeção financeira e de qual forma pagará pelo investimento.

A importância do gestor financeiro para uma empresa 

Sem um gestor financeiro, a empresa pode ficar perdida e ver seu planejamento ir por água abaixo. Esse profissional é fundamental para manter – ou colocar – o ativo corporativo nos eixos e trilhar um caminho de sucesso.

Não à toa, cada vez mais corporações têm buscado gestores de alto nível para comandarem seus departamentos financeiros.

É importante salientar que não é qualquer pessoa que tem perfil e habilidades para esse nível. São necessárias hard e soft skills específicas para se ter sucesso nessa cadeira.

Hard e soft skills recomendadas para um bom gestor financeiro

Geralmente, são profissionais com formação em administração de empresas, economia ou ciências contábeis. Números e cálculos fazem parte da sua rotina.

Mais do que isso, é preciso ser detalhista. Por menor que seja, um erro pode vir a custar milhares ou até milhões de reais para grandes organizações.

Como qualquer cargo de gestão, também se faz necessário um bom relacionamento interpessoal e habilidades para liderar uma equipe.

  • Boa comunicação para comandar um time;
  • olhar e pensamento analíticos para dados;
  • destreza para inovação e novas soluções;
  • segurança na tomada de decisões;
  • entre outras.

Garantir uma operação lucrativa e crescimento constante vai de encontro com a inovação no setor financeiro. A aversão à tecnologia não pode existir na rotina do gestor.

Gestores de todo o Brasil já buscam a ExpenseOn para potencializar a gestão financeira de suas empresas. Nossa plataforma integrada oferece soluções completas para facilitar a rotina de todos dentro da empresa e tornar o financeiro ainda mais eficiente.

Quer saber como podemos ajudar seu negócio? Solicite uma demonstração gratuita e fale com um de nossos consultores para conhecer a ExpenseOn.

Demo expense on
Inscreva-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários