Tudo o que você precisa saber sobre o CFO (Chief Financial Officer), o diretor financeiro

cfo diretor financeiro organizando contas da empresa

CFO é a sigla em inglês que significa Chief Financial Officer. Esse termo mais recente – criado junto a outros como CEO, COO, CTO e diversos outros – representa o profissional responsável por comandar toda a gestão financeira da empresa.

Ou seja, na prática, o CFO exerce o mesmo cargo de um diretor financeiro dentro da estrutura organizacional corporativa.

Trata-se da função mais alta dentro da hierarquia do departamento financeiro de uma companhia. Por isso, a pessoa que ocupa essa cadeira tem grande importância e participação ativa nas decisões da companhia.

Ao longo deste conteúdo, vamos detalhar tudo o que envolve o cargo de CFO, suas responsabilidades e objetivos, o perfil necessário para se tornar um diretor financeiro e muito mais.

Acompanhe a leitura.

O que faz um diretor financeiro ou CFO?

O profissional no cargo de CFO é o principal responsável por definir e administrar as estratégias financeiras da empresa.

À frente do financeiro, ele conta com uma equipe de profissionais especializados no departamento para gerir, de forma eficiente, o ativo da companhia.

Dentro da equipe, podemos citar colaboradores nas funções de:

  • contas;
  • tesouraria;
  • controladoria;
  • contabilidade;
  • gestão de impostos.

Assim, ao englobar os diferentes aspectos, o Chief Financial Officer passa a ter o controle total sobre a gestão financeira da empresa.

Do planejamento financeiro ao acompanhamento das métricas, das despesas com reembolso ao fluxo de caixa, ele tem influência direta em todos os processos e procedimentos de finanças.

Por conta desse agrupamento de afazeres, o CFO também acumula grande responsabilidade. É quem vai apresentar e justificar os resultados financeiros da companhia para o quadro de sócios e/ou acionistas.

Qual é a diferença entre CFO e CEO?

O CFO é o diretor que comanda a parte financeira e todas as suas especificidades, KPIs e objetivos do departamento. Já o CEO (Chief Executive Officer) é o responsável pelas decisões gerais da empresa.

As responsabilidades do CFO

Em resumo, a maior responsabilidade deste cargo é planejar, organizar e assegurar a saúde financeira da companhia. Torná-la cada vez mais lucrativa, realizando controle de gastos de maneira estratégica, é o que todo CFO busca.

Entre as responsabilidades, também devemos listar atribuições chave para manter a empresa nos trilhos, crescendo de forma sustentável.

Liderar e orientar as operações financeiras

O CFO é responsável pela gestão financeira. Logo, ele precisa ter uma visão ampla de negócio.

Enquanto os outros funcionários do financeiro trabalham para interpretar e usar da melhor forma os indicadores, o diretor deve analisar o cenário macro de resultados para tomadas de decisão mais assertivas.

Avaliar os recursos e investimentos

Este profissional deve fazer a distribuição dos recursos, buscando sempre o melhor resultado. É o trabalho básico e principal de um diretor financeiro.

Seja o controle de gastos com reembolsos de despesas dos colaboradores ou mesmo um dinheiro em caixa para investir na expansão de uma área específica, todas as informações precisam chegar até o CFO para que ele avalie e possa definir os próximos passos.

Conhecer o mercado

Para garantir a saúde da empresa em que trabalha, o CFO deve conhecer boas opções de investimento em relação aos indicadores.

Não é preciso ficar de olho em todas as ações da organização, mas é preciso ter uma noção para ajudar outros executivos.

A decisão de investir em um novo equipamento para a produção ou na contratação de novos profissionais deve ser baseada no potencial retorno que a companhia terá financeiramente.

Essa análise precisa ser coordenada pelo Chief Financial Officer.

Ter conhecimento básico sobre todas as áreas

Mais do que apenas a área financeira, o CFO precisa saber o que acontece nos outros departamentos. Quanto é gasto, qual é o retorno e como funciona a operação para que a empresa funcione normalmente.

O perfil ideal para um Chief Financial Officer

Assumir a responsabilidade financeira pela empresa demanda um perfil estratégico. Além da experiência, o profissional precisa contar com alguns atributos específicos.

Em geral, esse cargo é ocupado por uma pessoa com graduação em Ciências Contábeis, Administração de Empresas, Economia ou Administração, segundo o portal Vagas.

As principais características de um CFO são:

  • visão estratégica;
  • aptidão na tomada de decisões;
  • estrutura para gerenciar crises;
  • habilidade para gerir pessoas;
  • domínio da tecnologia;
  • capacidade de se adaptar.

Visão estratégica

Nesta posição, o profissional não pode se omitir quando vê algo caminhando para o lado contrário do que a empresa prega. Não há espaço para indiferença.

Assim como outros diretores – CEO, COO, CTO e etc –, é preciso saber analisar, entender e agir diante dos resultados. A visão estratégica não pode ser apenas passiva, precisa ser ativa. 

Aptidão para tomar decisões assertivas

Todas as contas da empresa estão sob os cuidados deste colaborador, então ele deve ter a capacidade de tomar decisões rápidas, precisas e assertivas. Para, desta forma, garantir que tudo aconteça conforme o que foi planejado.

Estrutura pessoal para gerenciar crises

Para assegurar o sucesso da organização, é preciso que o CFO tenha a capacidade de compreender e preparar o negócio para os riscos que existem.

A gestão de crise pode significar o sucesso ou o fracasso de uma organização frente às adversidades.

Vale lembrar que essa é uma característica essencial para cargos de liderança, como o do Chief Financial Officer, mas também do CEO (Chief Executive Officer) e outros de C-Level e gestão. 

Habilidade em gerir pessoas

O diretor financeiro precisa saber liderar, influenciar e negociar com pessoas. É preciso saber lidar com os recursos humanos e identificar quais são os indivíduos certos para cada função dentro do departamento.

Se o profissional tiver esta capacidade, o rendimento do setor aumenta juntamente com os resultados.

Domínio da tecnologia

As facilidades tecnológicas vêm para facilitar a vida de todos. No ambiente empresarial, não é diferente.

O CFO precisa saber como aproveitar a tecnologia para potencializar a operação financeira.

Hoje, já existem softwares dedicados a diferentes tipos de tarefas. Seja o controle financeiro no ERP ou mesmo uma solução específica para controle de reembolsos, essas tecnologias otimizam a rotina dos profissionais e eliminam riscos de prejuízo.

A ExpenseOn traz para gestores, diretores e CFOs uma solução completa, integrada ao ERP, para a gestão de despesas corporativas e reembolsos.

Quer saber mais? Solicite uma demonstração grátis e fale com nossos consultores.

Demonstração ExpenseOn

Capacidade de se adaptar

Trata-se de um fator fundamental para o Chief Financial Officer. Em um cenário onde as empresas mudam de forma rápida, cabe ao diretor saber se adaptar e coordenar toda a operação para acompanhar essa evolução.

Se adaptar significa saber reagir às mudanças da melhor maneira, mantendo a boa saúde financeira da empresa e sempre buscando os melhores resultados.

Curiosidade: quanto ganha de salário um diretor financeiro?

De acordo com o portal Glassdoor, o salário médio de um diretor financeiro – ou CFO – é de R$14.900 mensais no Brasil. Trata-se do cargo de maior remuneração dentro da hierarquia financeira de uma empresa.